Membros Participantes

quinta-feira, outubro 13, 2011

3

Tempestade solar pode afetar a Terra em 2013

Onda emitida pelo Sol pode causar destruição em massa de equipamentos eletrônicos - e levar a um caos tecnológico. É bom ficar esperto.

Tudo o que usa circuitos elétricos, de carros a computadores, queima no ato. Celulares e satélites pifam, os meios de transporte param (centrais eletrônicas), a rede de energia dá curto-circuito e logo começa a faltar água e comida. Esse cenário "apocalíptico" pode acontecer - e causado pelo Sol. Segundo cientistas da Nasa e de outras instituições, que recentemente se reuniram em Washington para debater a questão, em 2013 o astro vai entrar num ciclo de alta atividade, o que aumenta a probabilidade de erupções solares. Essas erupções liberam muita energia. E, quando essa energia chega à Terra, provoca uma tempestade eletromagnética - que literalmente frita tudo o que tiver um circuito elétrico dentro. Seria um verdadeiro Dia do Juízo Final para os equipamentos eletrônicos. Os cientistas não sabem exatamente quando essa tempestade virá, ou qual sua força. Mas dizem que há motivo para preocupação.

"O Sol está despertando de um sono profundo. E nossa sociedade é muito vulnerável a tempestades solares", diz o físico Richard Fisher, da Nasa. Elas já aconteceram antes. Em 1859, uma tempestade do tipo queimou as linhas de telégrafo na Europa e nos EUA. Hoje, o efeito seria muito pior. Um relatório assinado por cientistas de 17 universidades diz que a humanidade levaria até 10 anos para se recuperar de um grande evento do tipo. A solução é desligar tudo o que for elétrico antes da tempestade. Os EUA têm um satélite capaz de detectar a onda com um dia de antecedência - em tese, tempo suficiente para que as redes de energia do mundo sejam desconectadas.
O problema então são os satélites, pois não há como retirá-los de órbita, e compreendendo a gravidade da coisa, é bom não comprar o tão sonhado GPS por agora, pois não haverá satélite.
No que tange ao radioamadorismo, creio que vale a pena ficar antenado nos noticiários, ou mesmo em canais de TV ligados à ciência, desta forma você terá tempo suficiente para desligar toda a estação.

O que me deixou curioso, na verdade, é que esta época não é farta em propagação, e a impressão que tenho é que está acontecendo realmente algo muito sério, pois há propagação quase que 24 hs.
Fique ligado!

(Ao postar, dê 2 cliques)


((•)) Ouça este post

3 comentários:

Falco disse...

Será que se eu colocar o rádio numa caixa metálica ou embalagem plástica vedada e enterrar no solo a uns 50cm de profundidade evita de queimar??? Se tiver tempestade solar e eu estiver numa gruta, tipo lá no Parque de Ibitipoca (Lima Duarte/MG), ficaria protegido meus equipos?? To viajando na maionese, mas...

André Luiz disse...

Astrônomos mostram que o máximo pico das tempestades do Sol acontecerá em 2013, o que irá provocar danos devastadores sobre a tecnologia humana.



Quem alerta é o secretário-assistente da National Oceanic and Atmospheric Administration. Segundo ele, irão acontecer grandes problemas em algumas estruturas terrestres como os satélites de telecomunicações e de envio específico de sinais, sistemas de navegação de internet e até em transmissões elétricas. Estas tempestades liberam grande quantidade de partículas que desativam até mesmo circuitos frágeis de computador.

Segundo os dados, esta tempestade jamais foi vista, sendo considerada a pior que será registrada, enviando para a Terra uma torrente gigante de explosão de plasma solar. Uma ex-astronauta da NASA, Dr. Sullivan, declarou que não é uma questão de “se”, mas quando tal evento aconteceria, pois é certo que tal fato algum dia chegaria a nos atingir.

As partículas carregadas que chegarão a Terra, poderão causar bilhões, talvez trilhões de reais em prejuízos para equipamentos elétricos, domésticos e industriais em todo o mundo. A Associação Americana para o Avanço da Ciência alerta que, se a tempestade solar atingir o pico máximo que espera os astrônomos, poderemos ficar semanas ou até meses sem energia elétrica em boa parte do planeta, ou em todo ele.

O mundo teve uma pequena demonstração do poder de nossa estrela em Fevereiro, quando uma grade torrente de plasma com partículas ativas foram enviadas ao planeta a uma velocidade média de 580 quilômetros por segundo, causando interrupções de rádio em várias partes do mundo.

Cada explosão solar libera grandes quantidades de raios-X e ultravioletas que chegam a Terra em poucos minutos, primeiramente interrompendo comunicações via rádio. Após 20 minutos, são liberadas rajadas com partículas bastante energéticas, danificando os satélites. Em aproximadamente 15 ou 30 minutos poderá ocorrer a “super explosão”, colidindo com o campo magnético da Terra.

Apesar da gravidade, estes eventos não são tão raros. Em 1859 foi registrado pela primeira vez uma explosão solar desde tipo, pelo cientista Richard Carrington. A NASA informou que em 1972 uma explosão solar causou a queda nas comunicações telefônicas no centro-oeste de Illinoius, nos EUA.

Fonte:
http://www.jornalciencia.com/universo/via-lactea/734-cientistas-alertam-tempestades-solares-irao-causar-caos-na-terra-em-2013

_________________

Assista o vídeo.
http://www.youtube.com/watch?v=7YtBHngv0m4

Agora, se vai acreditar ou não, não é problema meu.
Abs!

Anônimo disse...

Bom dia! Realmente esta acontecendo algo estranho, ontem 24/10/2012 por volta das 23hs em E/USB dig.18 escutei um chamado de 2ª são Paulo sendo que estou na cidade de Barra Mansa a 150Km da capital Rj. no início eu não acreditei mais logo escutei mais amigo px chamando da 2ª região e como que se não bastasse outro macanudo pediu oportunidade de campos dos goytacazes tambem do Rj. achei incrivel esses contatos e fiquei pensando se teria algo relacionado as tempestades solar intensa que estão acontecendo.
73/51

Cadastre seu e-mail para receber novidades

Sem instrumentos, não adianta!

Sem instrumentos, não adianta!
clique na imagem

Postagem em destaque

Consertando e ajustando pastilhas de wattímetro Bird

"Para aqueles que acham que este instrumento é incorruptível", é bom saber que os wattímetros Bird usam elementos removíveis, cha...

→ TVi ↓

TVi é um dos problemas mais sérios que o radio-operador pode sofrer. Pensando nisso, aqui vai algumas dicas seguras sobre como evitar este problema.

1º Cabo: Tem gente que acha que é só soldar o fio no conector e está tudo certo. Ledo engano!

Antes de soldar o conector, certifique-se que a malha esteja totalmente prateada, brilhando. Caso não esteja, substitua o cabo, ele está oxidado. "É normal a ação do tempo".

2º Conector: Verifique a qualidade do conector no ato da compra, e caso o conector esteja a anos sendo utilizado (ou guardado), passe uma lixa fina por dentro no local onde encaixa a malha. Não deve haver nenhum tipo de sujeira ou sinal de oxidação.

3º Conector fêmea do rádio: Utilize uma chave de estria tamanho 19 e aperte a porca. Mal contato é um problema sério. Verifique a solda interna após o reaperto.

4º Não utilize antena tipo 5/8 caseira entre prédios e condomínios que estejam em locais mais altos que sua estação à distâncias menores de 10 metros. Lembre-se que a antena 5/8 irradia em ângulo reto, e a antena de tv do vizinho pode ser aquele famoso "bombrill".

Escolha sempre antena 5/8 industrial. Se for caseira utilize 1/4 de onda, pois seu lóbulo de irradiação aponta a ionosfera, ao invés do horizonte, como no caso da 5/8.

5º Não abra o ALC do equipamento - limitadores de áudio. O ALC libera espúrios. Ao abrir potência do equipamento, mantenha intacto o ALC, ou solicite que seja feito por um técnico que tenha posse de instrumentação, como analisador de espectro, e "que saiba usar". Da mesma forma que fazemos em nosso laboratório. Isso é imprescindível! Abrir ou aumentar potência não tem nada a ver com liberar ALC. Isso é para incompetentes e palitadores. Se abrir a potência do equipamento, lembre-se de deixar o ALC atuando.

6º Estacionária: Nunca se esqueça que estacionária baixa não tem nada a ver com ressonância. A antena pode estar com roe ótima em determinado local, mas não estar ressonando corretamente. Desta forma, não adianta ter rádio potente se o restante da Estação está aquém.

7º Identificar o "plano terra": Plano terra não tem nada a ver com antena plano terra. Você deve saber onde é o plano terra de sua Estação, e o mesmo não tem nada a ver com o solo. Descobrindo o plano terra, a partir dele você saberá qual é a altura ideal para sua antena. Respeitando esta regra, além do rendimento otimizado de sua Estação, jamais correrá riscos de TVi. Dúvidas?

Consulte-nos.

→ Dica de Segurança

A vantagem do Rádio na estrada, além da possibilidade de fazer grandes amigos, é saber o que está acontecendo lá na frente. Um possível deslizamento, bloqueio de pista, uma possível blitz falsa, assaltos, áreas perigosas, carros suspeitos e acidentes. Na verdade, o operador da Faixa do Cidadão precisa de muita malícia, porque em todo lugar haverá maldade e oportunismo. Já houve caso de amigo que quase foi morto em emboscada armada através de convites feitos na própria faixa. Pessoas que se passaram por radio-operadores o chamaram para tomar um café e o conhecer, e o mesmo foi, sem maldade nenhuma, mas estavam na verdade de olho em sua carga de remédios, relata João, Estação Cachorro Louco (Juiz de Fora MG). Portanto amigos, é possível sim fazer do rádio um ambiente saudável e seguro, basta denunciar quaisquer irregularidades e ficar atentos a desvios de conduta. Aproveite e faça sua parte, seja cordial, e JAMAIS se misture com radio-operadores que desrespeitam a faixa utilizado linguajar de baixo calão. Em caso de problemas, procure um posto da Polícia Rodoviária Estadual/Federal e denuncie.

Compartilhe!

→ WATTÍMETRO BIRD - SAIBA TUDO