Membros Participantes

Curta nossa página

domingo, fevereiro 08, 2009

2

ANATEL Fala sobre Projeto PLC


O radioamador Jose Eduardo Emirandetti, PY2BL, fez duas indagações à ANATEL sobre o PLC (Power Line Communications), o polêmico projeto de acesso à Internet por meio da rede de distribuição elétrica.
A seguir, leia as notas do próprio Eduardo sobre as respostas da ANATEL e em anexo, os documentos enviados e recebidos por ele.

Prezados,
Recebi resposta da Anatel a respeito das notificações enviadas.
Delas pode-se extrair o pensamento e condução que está dando a Consulta Pública 38.
Nota-se:
1) relata que a Labre, embora solicitada (!?), deixou de ter uma particiapação ativa no processo de testes
2) procura demonstrar preocupação com o serviço de radioamador com a inclusão de suas faixas na tabela de exclusão, mas não comenta o motivo de não ter incluído todas as faixas
3) a Anatel tentará corrigir a maior falha cometida no processo da Consulta Pública 38, isto é, não ter divulgado os resultados dos testes executados, que serviram como base para a elaboração da CP 4) e por fim, fica clara a posição de aprovação da regulamentação
Não obstante o apelo social, uma eventual regulamentação do BPL/PLC esbarra em aspectos jurídicos:
a) muito embora a Anatel possa apresentar um relatório de teste que considere as interferências prejudiciais "aceitáveis"
a.1) outros institutos de pesquisa, universidades e organizações demonstram os efeitos fatais da interferência em outros serviços a.2) as instalações do PLC/BPL no exterior ratificam a deficiência conceitual desta tecnologia
b) o serviço de radioamador, por operar em caráter primário, é protegido por Leis Federais e Resoluções Anatel contra QUALQUER interferência de QUALQUER intensidade
b.1) assim, o termo mitigação (que significa diminuição) não é aplicável
b.2) portanto, todas as faixas devem ser incluídas na tabela de exclusão
c) o serviço de radiodifusão é amparado pela Constituição Federal
c.1) porque deixar os seus usuários a mercê da boa vontade das concessionárias de energia elétrica ?
(segundo o previsto na CP38 os usuários teriam que reclamar da interferência para a concessionária providenciar posteriormente a "mitigação" das interferências)
(em uma comparação simples: seria como o Departamento Nacional de Trânsito autorizar que todos os veículos trafegem com os "escapamentos abertos", muito embora o barulho excessivo provocado.
Porém caso alguém reclame do barullho, posteriormente o escapamento deve ser consertado - ora beira o absurdo...!)
É interessante que um dos presentes possa redigir uma ata da reunião.
Por fim, espero que a reunião seja conduzida com cordialidade porém sem se deixar enganar.
E que seja pautada pelo respeito, pois sem este se perde a razão.
Para registro: estive em Sao Paulo e aproveitei para conhecer o CDHU da Mooca, amplamento divulgado pela mídia como o primeiro condomínio inteligente com uso da tecnologia PLC.
Entrei em contato com alguns moradores que reportaram o seguinte: - a "internet pela tomada" funcionou somente nos primeiros dias - poucos conseguiram conexão, a qual caia constantemente - em função disso o sistema foi desligado -
"internet hoje somente para quem paga TV a cabo"
Em resumo: venderam um condomínio inteligente e entregaram aos moradores um prédio e junto uma conta da TV a cabo...
Já a alegação oficial da CDHU é de que os moradores não teriam se organizado para contratar um provedor de acesso...(!?)
De qualquer forma fica o registro de um caso de fracasso do PLC no Brasil.
Amigos, a luta é de todos e o benefício será comum.
Forte 73 Eduardo PY2BL
((•)) Ouça este post

2 comentários:

Anônimo disse...

PLC no Brasil como em qualquer lugar não vai dar certo,teremos muitas dores de cabeça...
Abraços a todos!
Luiz - Rio de Janeiro

moreira disse...

ola muito este saite muito construtivo, Grupo está de parabêns.
Valeu..Agora uma pergunta. Estou com problema TVI em minha estação de PX. Meus vizinhos estão um fera, uso uma antena em L.Aguardo uma solução do grupo.
Muito OBG!
P7G3801 e PU7MJM
Aurélio Moreira
pu7mjm@bol.com.br ou aurelio44_62@hotmail.com

→ TVi ↓

TVi é um dos problemas mais sérios que o radio-operador pode sofrer. Pensando nisso, aqui vai algumas dicas seguras sobre como evitar este problema.

1º Cabo: Tem gente que acha que é só soldar o fio no conector e está tudo certo. Ledo engano!

Antes de soldar o conector, certifique-se que a malha esteja totalmente prateada, brilhando. Caso não esteja, substitua o cabo, ele está oxidado. "É a ação do tempo".

2º Conector: Verifique a qualidade do conector no ato da compra, e caso seu conector esteja a anos sendo utilizado (ou guardado), passe uma lixa fina por dentro no local onde encaixa a malha. Não deve haver nenhum tipo de sujeira ou sinal de oxidação.

3º Conector fêmea do rádio: Utilize uma chave de estria tamanho 19 e aperte a porca. Mal contato é um problema sério. Verifique a solda interna após o reaperto.

4º Não utilize antena tipo 5/8 caseira entre prédios e condomínios que estejam em locais mais altos que sua estação à distâncias menores de 10 metros. Lembre-se que a antena 5/8 irradia em ângulo reto, e a antena de tv do vizinho pode ser aquele famoso "bombrill".

Escolha sempre antena 5/8 industrial. Se for caseira utilize 1/4 de onda, pois seu lóbulo de irradiação aponta a ionosfera, ao invés do horizonte, como no caso da 5/8.

5º Não abra o ALC do equipamento. O ALC libera espúrios. Ao abrir potência do equipamento mantenha a proteção ALC. Da mesma forma que fazemos em nosso laboratório. Isso é imprescindível. Abrir ou aumentar potência não tem nada a ver com liberar ALC. Isso é para incompetentes e palitadores. Se abrir a potência do equipamento lembre-se de deixar o ALC atuando.

6º Estacionária: Nunca se esqueça que estacionária baixa não tem nada a ver com ressonância. A antena pode estar com roe ótima em determinado local, mas ressonar lá na casa do...

7º Identificar o "plano terra": Plano terra não tem nada a ver com antena plano terra. Você deve saber onde é o plano terra de sua estação, e o mesmo não tem nada a ver com o solo. Descobrindo o plano terra, a partir dele você saberá qual é a altura ideal para sua antena. Respeitando esta regra, além do rendimento otimizado de sua Estação, jamais correrá riscos de TVi. Dúvidas?

Consulte-nos.

→ Power RF ↓

Photobucket

Como saber a potência correta sem ser enganado?

Primeiro, pesquise sobre o DATASHEET do transistor do seu rádio, leia a respeito, verifique a potência máxima levando em consideração a voltagem do transistor. A base de cálculo é a fonte de alimentação, então o parâmetro é 13,8 volts.

Se apresenta 8A de consumo em amperímetro digital com congelamento de pico máximo, basta multiplicar 13,8v por 8A e o resultado dividir por 2.66, eis a potência correta, que são 41,5 watts de envelope - PEP. Em miúdos, no assovio tem que dar 41,5 watts, e na modulação 60% por conta do péssimo modulador original, então restam quase 25 watts de modulação real. Viu porque não adianta palitar? Gera mais calor, e calor é igual a perda. Esse transistor fecha a entrada de gate quando aquecido.

O rádio original apresenta 20w em média, então você tem 13,8v X 4A de consumo, que é = 55.2w Dividido por 2.66 = 20,75w efetivos. Ou seja, fonte de 5A para esse rádio original toca com folga.

Rádios com upgrade apresentam consumo de 12A "em média" para mais, então você tem 13,8v X 12A = 165,6W divididos por 2,66 = +- 60w em média máxima "para 13,8v". Com voltagens DC to DC na alimentação, essa potência pode ultrapassar os 100 watts, mas não há área de dissipação, então não recomendo.

Se utilizar bateria de 12v, o consumo em amperagem é maior. Quanto maior a voltagem, menor consumo em amperagem, quanto menor voltagem, maior consumo em amperagem.

By: Lei de Ohm.

Medições fora deste parâmetro são equivocadas.

Fale comigo

→ Dica de Segurança

A vantagem do Rádio na estrada, além da possibilidade de fazer grandes amigos, é saber o que está acontecendo lá na frente. Um possível deslizamento, bloqueio de pista, uma possível blitz falsa, assaltos, áreas perigosas, carros suspeitos e acidentes. Na verdade, o operador da Faixa do Cidadão precisa de muita malícia, porque em todo lugar haverá maldade e oportunismo. Já houve caso de amigo que quase foi morto em emboscada armada através de convites feitos na própria faixa. Pessoas que se passaram por radio-operadsores o chamaram para tomar um café e o mesmo foi, sem maldade nenhuma, mas estavam na verdade de olho em sua carga de remédios, relata João, Estação Cachorro Louco (Juiz de Fora MG). Portanto amigos, é possível sim fazer do rádio um ambiente saudável e seguro, basta denunciar quaisquer irregularidades e ficar atentos a desvios de conduta. Aproveite e faça sua parte, seja cordeal, e não se misture com radio-operadores que desrespeitam a faixa utilizado linguajar de baixo calão. Em caso de problemas, procure um posto da Polícia Rodoviária Estadual/Federal.

Oferecimento:

PXJF YOUTUBEadio.com.br
RADIOAMADORES ANIVERSARIANTES DO MÊS
Dia / Indicativo  (Parabéns!)

AUTO/ INFRAÇÃO /MULTA /IMPEDIMENTO/ LICENCIAMENTO EM MINAS GERAIS