Membros Participantes

Cadastre seu e-mail para receber novidades

sábado, março 17, 2012

4

Porque não se escuta tanta gente no QAP como antes?

É simples, em meados dos anos 80 a banda do cidadão virou moda, era uma febre. Para uns, ótima oportunidade de montar um bom QAP, fazer amizades e ajudar o próximo, e por conta disso tivemos diversos grupos de px espalhados pelo Brasil; para outros, ótima oportunidade de se elegerem politicamente, e vi muito disso, tenha certeza, mas com o tempo tudo isso caiu por terra, nossa realidade agora é outra.

Como tudo na vida, existem fases, até as tempestades solares incidem em determinadas épocas controlando a propagação, então, desde os seres humanos até nosso planeta, vivemos em constantes mudanças, sejam elas para melhor ou não.

Lembra do início do plano Real, todo mundo ganhou muito dinheiro na transição, e agora que a economia está mais assentada, o cidadão tem que ralar bem mais para conseguir um conforto extra; do mesmo jeito é a internet, não demora muito surgirem agentes fiscalizadores anti-pirataria; recursos que limitem os usuários de fazerem seus downloads, e isso vai se extender até mesmo aos meios de pesquisa, ou seja, morreu de forma subjetiva o PX, não demora acontecer o mesmo com a internet.

A razão disso são os excessos. Basta pensar nos semáforos, quebra-molas, radares, e tudo aquilo que "cerceia" de forma subjetiva a liberdade de quem transita. A ausência de gentileza, a folga, a imprudência e inexperiência dos condutores são exacerbadas, e isso vai muito além de culpar os órgãos fiscalizadores de arrecadar dinheiro, são nossos excessos que fazem surgir os tais limites, e são as modinhas, como facebook e afins, que de certa forma impõe o cidadão o que ele deva ser socialmente.


BigBrother? Deus me livre! Faço apologia à TV a cabo! Não deixo entrar em minha casa nada de péssima qualidade; ao menos quem tem um "q" a mais de instrução pensa como eu; e se eu não tenho dinheiro para tv com assinatura, leio um livro, e outro, e outro...

Como a maioria esmagadora das pessoas são vazias intelectualmente, e a maioria destas discutem pessoas ao invés de discutirem idéias, é muito fácil um detentor dos direitos de uma rádio difusora ou tv impor algo socialmente aceitável, afinal, quem assiste, decide não pensar, está cansado das 8 horas de trabalho, não tem tempo para raciocinar; quer chegar em casa, comer, assistir tv e dormir, não se interessando pelo conteúdo que aos poucos vai enjandrando em suas cabeças; como a banalização da violência.

A mídia relata tantas e tantas vezes a mesma notícia, e relata denovo, e denovo, que a coisa se torna comum, socialmente normal, quando não deveria ser, e eles continuam porquê isso dá ibope, e quem não faz uso do bom senso, só pensa e comenta naquilo que diz a tv, e isso se extende à sociedade, vira assunto, e o incauto, para não ficar de fora, entra no mesmo barco. A TV aberta é literalmente assassina do intelecto e do bom senso.
O que tem isso a ver com o título do post? Tudo.

A modinha virtual entrou em cena e detonou com a faixa do cidadão. Hoje nem mais é necessário a presença de um rádio, basta ter aquele programinha infeliz que conecta um bando de gente vazia em um chat, como se aquilo tivesse algo a ver com faixa do cidadão, e os pobres coitados ficam "no qap", como se aquilo fosse mesmo um rádio. Que hipocrisia. Hipocrisia maior é o tipo de assunto, nenhum; e aparece quem pergunta como está chegando.
Pára tudo que eu quero descer!

Estamos falando em realidade, então vamos ser sinceros uns com os outros em reconhecer as falhas que comprometem o uso de nosso hobbye, reconhecer que a falha somos nós, nossos excessos, nossa falta de bom senso em alocar o que é novo, nossa falta de visão em deixar tudo por uma utopia, nossa falta de critério até mesmo no tipo de canal que assistimos com nossos filhos, nossa falta de objetividade com a vida.
..
A internet deve ser um meio, um degráu, uma ferramenta, mas as pessoas insistem em estacionar justamente em cima deste degráu, e por ali ficam, enquanto as coisas palpáveis da vida vão se dissipando

Na ausência de um bom programa de TV, ligue o rádio. Na ausência de um amigo, ligue o rádio. Na ausência do trabalho, ligue o rádio. Na ausência de todo o conforto, ligue o rádio. Ligue o rádio primeiro, comunique-se com os amigos, não fique na inércia, isso além de tudo faz mal a saúde.
((•)) Ouça este post

4 comentários:

Anônimo disse...

com certeza meu amigo, o rádio é insuperavel, dia 30 de junho estaremos novamente no segundo dia de campo de 11 metros, estamos terminando a programaçao e esquema de trabalho. 73 PX4A8183 xavier

José Luiz Bet disse...

Graças a Deus eu não fui contaminado pelos vírus dessas "modinhas".

Carlos Rodrigo disse...

Parabens pelo post.

Com a mente vazia, ligue o radio!

Tem muita gente boa pra ocupar nosso tempo e dar boas risadas.

Abraço.

Anônimo disse...

com serteza tudo isso é verdade,mas vou dechar meu comentário.
iterneti,celular,são meios de comunicação da atualidade porque são divulgados na mídia, investem em divulgação é retorno garantido. As marcas de celular e operadoras disputam a dente os clientes certo?
aquéla velha frase (a propaganda é a alma do negocio)
Mas eu nunca vi a voyager,cobra,megstar e varias outras marcas divulgando seus produtos na televisão tudo bem que são estrangeiras talves aja uma restrição sobre isso seilá, mas conserteza se isso acontecese iria ter muito mais gente com um radio em casa,já pensou um comercial de radio px na tv? Quem vê um radio em operação e tem o dom pela coisa se apaichona na hora ou talves não. Eu por exemplo quando vi um rádio de perto humm, foram 3 longos anos para comprar um mas tambem depois nunca mais fiquei sem.
Valeu André, talves não tenha conseguido me espresar direito mas tudo bem, parabens pelo blog e tudo que vc vem fasendo pelos 11 métros.

ronei, campos novos sc

Sem instrumentos, não adianta!

Sem instrumentos, não adianta!
clique na imagem

Postagem em destaque

Consertando e ajustando pastilhas de wattímetro Bird

"Para aqueles que acham que este instrumento é incorruptível", é bom saber que os wattímetros Bird usam elementos removíveis, cha...

→ TVi ↓

TVi é um dos problemas mais sérios que o radio-operador pode sofrer. Pensando nisso, aqui vai algumas dicas seguras sobre como evitar este problema.

1º Cabo: Tem gente que acha que é só soldar o fio no conector e está tudo certo. Ledo engano!

Antes de soldar o conector, certifique-se que a malha esteja totalmente prateada, brilhando. Caso não esteja, substitua o cabo, ele está oxidado. "É a ação do tempo".

2º Conector: Verifique a qualidade do conector no ato da compra, e caso seu conector esteja a anos sendo utilizado (ou guardado), passe uma lixa fina por dentro no local onde encaixa a malha. Não deve haver nenhum tipo de sujeira ou sinal de oxidação.

3º Conector fêmea do rádio: Utilize uma chave de estria tamanho 19 e aperte a porca. Mal contato é um problema sério. Verifique a solda interna após o reaperto.

4º Não utilize antena tipo 5/8 caseira entre prédios e condomínios que estejam em locais mais altos que sua estação à distâncias menores de 10 metros. Lembre-se que a antena 5/8 irradia em ângulo reto, e a antena de tv do vizinho pode ser aquele famoso "bombrill".

Escolha sempre antena 5/8 industrial. Se for caseira utilize 1/4 de onda, pois seu lóbulo de irradiação aponta a ionosfera, ao invés do horizonte, como no caso da 5/8.

5º Não abra o ALC do equipamento. O ALC libera espúrios. Ao abrir potência do equipamento mantenha a proteção ALC. Da mesma forma que fazemos em nosso laboratório. Isso é imprescindível. Abrir ou aumentar potência não tem nada a ver com liberar ALC. Isso é para incompetentes e palitadores. Se abrir a potência do equipamento lembre-se de deixar o ALC atuando.

6º Estacionária: Nunca se esqueça que estacionária baixa não tem nada a ver com ressonância. A antena pode estar com roe ótima em determinado local, mas ressonar lá na casa do...

7º Identificar o "plano terra": Plano terra não tem nada a ver com antena plano terra. Você deve saber onde é o plano terra de sua estação, e o mesmo não tem nada a ver com o solo. Descobrindo o plano terra, a partir dele você saberá qual é a altura ideal para sua antena. Respeitando esta regra, além do rendimento otimizado de sua Estação, jamais correrá riscos de TVi. Dúvidas?

Consulte-nos.

→ Power RF Aprenda ↓

Photobucket

Como saber a potência correta sem ser enganado?

Primeiro, pesquise sobre o DATASHEET do transistor do seu rádio, leia a respeito, verifique a potência máxima levando em consideração a voltagem do transistor. A base de cálculo é a fonte de alimentação, então o parâmetro é 13,8 volts.

Se apresenta 8A de consumo em amperímetro digital "com congelamento de pico máximo", basta multiplicar 13,8v por 8A e o resultado dividir por 2.66, eis a potência correta, que são 41,5 watts de envelope - PEP. Em miúdos, no assovio tem que dar 41,5 watts, e na modulação 60% por conta do péssimo modulador original, então restam quase 25 watts de modulação real. Viu porque não adianta palitar? Girar ou abrir posição de trimpot apenas gera mais calor, e calor é igual a perda. Quanto mais se aquece o transistor, mais fecha a entrada de gate quando aquecido, e por isso você precisa alterar alguns componentes na saída, porque eles impedem o rendimento da potência final (isso só serve para rádios PX).

Um rádio na atualidade - 2015 - original apresenta 20w PEP SSB em média, então você tem 13,8v X 4A de consumo, que é = 55.2w Dividido por 2.66 = 20,75w efetivos. Ou seja, fonte de 5A para esse rádio original toca com folga.

Rádios com upgrade apresentam consumo entre 12A e 16A "em média" para mais, então você tem 13,8v X 12A = 165,6W em calor (em perda) divididos por 2,66 = +- 60w que representa o % aproveitável, e em média máxima "para 13,8v". Com voltagens DC to DC na alimentação, essa potência pode ultrapassar os 100 watts aproveitáveis, mas não há área de dissipação, então não recomendo. A bem da verdade, eu literalmente pago para ver alguém conseguir reproduzir o sistema que patenteamos, DC to DC.

Se utilizar bateria de 12v, o consumo em amperagem é maior. Quanto maior a voltagem, menor consumo em amperagem, quanto menor voltagem, maior consumo em amperagem.

By: Lei de Ohm.

Medições fora deste parâmetro são equivocadas.

Fale comigo

→ Dica de Segurança

A vantagem do Rádio na estrada, além da possibilidade de fazer grandes amigos, é saber o que está acontecendo lá na frente. Um possível deslizamento, bloqueio de pista, uma possível blitz falsa, assaltos, áreas perigosas, carros suspeitos e acidentes. Na verdade, o operador da Faixa do Cidadão precisa de muita malícia, porque em todo lugar haverá maldade e oportunismo. Já houve caso de amigo que quase foi morto em emboscada armada através de convites feitos na própria faixa. Pessoas que se passaram por radio-operadsores o chamaram para tomar um café e o mesmo foi, sem maldade nenhuma, mas estavam na verdade de olho em sua carga de remédios, relata João, Estação Cachorro Louco (Juiz de Fora MG). Portanto amigos, é possível sim fazer do rádio um ambiente saudável e seguro, basta denunciar quaisquer irregularidades e ficar atentos a desvios de conduta. Aproveite e faça sua parte, seja cordeal, e não se misture com radio-operadores que desrespeitam a faixa utilizado linguajar de baixo calão. Em caso de problemas, procure um posto da Polícia Rodoviária Estadual/Federal.

Oferecimento:

PXJF YOUTUBEadio.com.br

→ WATTÍMETRO BIRD - SAIBA TUDO


AUTO/ INFRAÇÃO /MULTA /IMPEDIMENTO/ LICENCIAMENTO EM MINAS GERAIS