Membros Participantes

quarta-feira, setembro 14, 2011

1

Tem idéia do que estão fazendo?












Deixei um tempo extra o tópico a respeito da Labre pois recebi muitos, mas muitos e-mails off a respeito do tema, e foi bom, pois me atualizei sobre a realidade da Labre nos dias de hoje, motivo pelo qual decidi deixar a postagem referente a fim de continuar informando a todos sobre o caso, e adiciono este tópico, mantendo viva a chama da esperança, de que um dia a coisa deixe de ser apenas uma utopia.
Muita gente fala em avançar, muitos são os equipamentos que trazem novas formas de comunicação, mas o avanço moral não tem sido proporcional ao avanço tecnológico, então vale a pena refletir um pouco sobre este tema, pois claro, estamos falando de pessoas.
Com a tecnologia ganhando espaço, o aspecto rústico e conservador do rádio-operador tem perdido o sentido, e pior, o objetivo, pois não se sabe mais o que é ou o que deixa de ser uma atividade radioamadorística. As "coisas" surgem, e as pessoas vão agregando estas novidades ao hobbye, como se um radioamador de verdade tivesse necessidade de possuir um computador para acoplar no rádio e falar com o continente Europeu. Antes usavamos antenas, transceptores, acopladores,  hoje usamos PC.
Vocês, radioamadores de meia tijela, banalizam nosso hobbye desfocando-o de seu real sentido. Hoje podemos contar nos dedos os radioamadores que estão realmente preparados para auxiliar em caso de calamidade pública. Não vemos associações, agremiações, gente se interessando pela coisa, e o que temos é a maldita discriminação com os operadores da faixa do cidadão.
Falam muito em modos digitais, mas se ocorrer alguma catástrofe, quem vai te resgatar será seu provedor de internet, não eu. Aliás, é bom mesmo que permaneçam por ai, pelos modos digitais, desta forma não se misturam com os radioamadores de verdade. 
Particularmente não acho errado usufruir de recursos, desde que estes não firam nossos princípios básicos. As "coisas" não representam nada, então não culpo a tecnologia, culpo os pseudo-radioamadores que fazem estes recursos se tornarem os próprios "titanics" de nosso hobbye.
Leiam a postagem anterior a esta.
73s

((•)) Ouça este post

Um comentário:

Anônimo disse...

FABRICA MOTOBRAS....UM PRODUTO BRASILEIRO!!!!!COM UMA BANDEIRA DO BRASIL!!!!!!ORGULHO DE SER BRASILEIRO!

Cadastre seu e-mail para receber novidades

Sem instrumentos, não adianta!

Sem instrumentos, não adianta!
clique na imagem

Postagem em destaque

Consertando e ajustando pastilhas de wattímetro Bird

"Para aqueles que acham que este instrumento é incorruptível", é bom saber que os wattímetros Bird usam elementos removíveis, cha...

→ TVi ↓

TVi é um dos problemas mais sérios que o radio-operador pode sofrer. Pensando nisso, aqui vai algumas dicas seguras sobre como evitar este problema.

1º Cabo: Tem gente que acha que é só soldar o fio no conector e está tudo certo. Ledo engano!

Antes de soldar o conector, certifique-se que a malha esteja totalmente prateada, brilhando. Caso não esteja, substitua o cabo, ele está oxidado. "É normal a ação do tempo".

2º Conector: Verifique a qualidade do conector no ato da compra, e caso o conector esteja a anos sendo utilizado (ou guardado), passe uma lixa fina por dentro no local onde encaixa a malha. Não deve haver nenhum tipo de sujeira ou sinal de oxidação.

3º Conector fêmea do rádio: Utilize uma chave de estria tamanho 19 e aperte a porca. Mal contato é um problema sério. Verifique a solda interna após o reaperto.

4º Não utilize antena tipo 5/8 caseira entre prédios e condomínios que estejam em locais mais altos que sua estação à distâncias menores de 10 metros. Lembre-se que a antena 5/8 irradia em ângulo reto, e a antena de tv do vizinho pode ser aquele famoso "bombrill".

Escolha sempre antena 5/8 industrial. Se for caseira utilize 1/4 de onda, pois seu lóbulo de irradiação aponta a ionosfera, ao invés do horizonte, como no caso da 5/8.

5º Não abra o ALC do equipamento - limitadores de áudio. O ALC libera espúrios. Ao abrir potência do equipamento, mantenha intacto o ALC, ou solicite que seja feito por um técnico que tenha posse de instrumentação, como analisador de espectro, e "que saiba usar". Da mesma forma que fazemos em nosso laboratório. Isso é imprescindível! Abrir ou aumentar potência não tem nada a ver com liberar ALC. Isso é para incompetentes e palitadores. Se abrir a potência do equipamento, lembre-se de deixar o ALC atuando.

6º Estacionária: Nunca se esqueça que estacionária baixa não tem nada a ver com ressonância. A antena pode estar com roe ótima em determinado local, mas não estar ressonando corretamente. Desta forma, não adianta ter rádio potente se o restante da Estação está aquém.

7º Identificar o "plano terra": Plano terra não tem nada a ver com antena plano terra. Você deve saber onde é o plano terra de sua Estação, e o mesmo não tem nada a ver com o solo. Descobrindo o plano terra, a partir dele você saberá qual é a altura ideal para sua antena. Respeitando esta regra, além do rendimento otimizado de sua Estação, jamais correrá riscos de TVi. Dúvidas?

Consulte-nos.

→ Dica de Segurança

A vantagem do Rádio na estrada, além da possibilidade de fazer grandes amigos, é saber o que está acontecendo lá na frente. Um possível deslizamento, bloqueio de pista, uma possível blitz falsa, assaltos, áreas perigosas, carros suspeitos e acidentes. Na verdade, o operador da Faixa do Cidadão precisa de muita malícia, porque em todo lugar haverá maldade e oportunismo. Já houve caso de amigo que quase foi morto em emboscada armada através de convites feitos na própria faixa. Pessoas que se passaram por radio-operadores o chamaram para tomar um café e o conhecer, e o mesmo foi, sem maldade nenhuma, mas estavam na verdade de olho em sua carga de remédios, relata João, Estação Cachorro Louco (Juiz de Fora MG). Portanto amigos, é possível sim fazer do rádio um ambiente saudável e seguro, basta denunciar quaisquer irregularidades e ficar atentos a desvios de conduta. Aproveite e faça sua parte, seja cordial, e JAMAIS se misture com radio-operadores que desrespeitam a faixa utilizado linguajar de baixo calão. Em caso de problemas, procure um posto da Polícia Rodoviária Estadual/Federal e denuncie.

Compartilhe!

→ WATTÍMETRO BIRD - SAIBA TUDO