Membros Participantes

Cadastre seu e-mail para receber novidades

segunda-feira, junho 13, 2011

16

Restauração do Rádio PX Sony ICB 2500 e sua história particular

Faz muitos anos que venho namorando este equipamento. Estava abandonado em cima de um armário no quartinho. Achava aquilo um crime.
O ambiente úmido e pouco arejado estava determinando o fim de toda uma história, a história de um dos rádios mais bonitos que já vi, Citizen Band ou, rádio da Faixa do Cidadão, famoso SONY ICB-2500.
Eu nunca fui de frequentar casa de amigos, sempre fui do tipo que gosta de ficar em casa, não sou chegado em buteco, e poucas foram as vezes que fui a casa de minha amiga, mas nas poucas vezes que cheguei para filar aquele café gostoso, lá estava ele, abandonado, triste.
Fazia questão de tomar café na área externa só para namorar o rádio que ficava lá longe, no quartinho.
Anos se passaram, e o rádio estava lá, do mesmo jeito.
Certa vez, próximo de meu casamento, ao convidar minha amiga Alba para ser madrinha, não aguentei e pedi para pegar na relíquia. Foi o primeiro contato, e deu pena.
A caixa toda arranhada, faltando botões, parecia uma sucata, mas aínda tinha esperança de vê-lo funcionar.
Pedi o rádio, como quem pede um presente.
Claro, ouvi um sonoro não!
-Não porque este rádio tem história comigo desde de 1979...
E foi me contando as inúmeras histórias referentes ao passado junto a este rádio, e eu ouvia pacientemente, parecia que eu fazia parte do cenário, mas nem que eu quisesse, nascí em 1975.
Com a aproximação do casamento, fui na casa de minha futura madrinha filar café por várias vezes, e por várias vezes eu pedi aquele presente, e por várias vezes ouvia um não, seguido de mais e mais histórias, era o não mais gostoso e permissivo que já vi.
Foi que um dia, depois de saber todas as histórias e proezas passadas ao lado, e falando deste equipamento, que enfim ouvi um sim, um sim filosófico.
-Eu não vou te dar este rádio, você será responsável por ele, mas só de pensar em não tê-lo, me incomoda muito... você sabe, tenho muitas histórias... e falou mais duas horas.
Tudo bem, mas eu precisava fazer este rádio ganhar vida, precisava sumir com aqueles arranhões adquiridos ao longo do tempo, precisava fazer alguma coisa, vê-lo funcionar.
-Ah, não tem ptt.
Disse minha futura madrinha.
Fui eu embora com o rádio enrolado na flanela, louco de vontade de ressussitar aquele que eu já tratava como amigo, eu sabía de todas as suas histórias, me sentia íntimo daquele equipamento.
Cheguei em casa, e enquanto minha esposa preparava o jantar eu calmamente pensava no que fazer para salvar aquela relíquia.
As idéias não chegavam. Também guardei o rádio!
Após mais ou menos um mês acordei inspirado, desmanchei o equipamento e comecei a lixar sua estrutura










quando consegui deixá-lo completamente sem aquela pintura castigada de 30 anos, decidí levar as peças na oficina de um amigo, que trabalha na recuperação de rodas de Liga Leve, a Pollyrodas (Juiz de Fora MG) para saber se tinha possibilidade de pintar a estrutura daquele equipamento.










O amigo Goy preparou carinhosamente as tampas, enquanto eu desmanchava a frente (painel) e isolava para receber o fundo preto, como você vê na foto.










Escolhi uma cor que se aproximava bem da original, cinza executivo.
Foram 4 mãos de verniz bem catalizado










Veja o detalhe do verniz










depois o isolamento do painel para fazer a máscara. Escolhi cores diferentes para o painel.










e por fim, o chromolook para dar um toque especial, seguido de verniz.










Eis que o rádio está pronto, revisado e funcionando. Cláro, com botões que inventei, retirados de sucata.
















Ganhou um microfone novo, Xtreme 2018











E hoje, meu amigo faz parte de minha pequena coleção, e claro, é tratado com todo carinho.
73s
((•)) Ouça este post

16 comentários:

Anônimo disse...

Olha... Parabéns. Isso que é determinação e amor ao PX. Ficou maravilhoso. Serviço de primeira.

73 de PU2THW - Eric.

Anônimo disse...

Adorei a história, tem sentido literal e não é um conto!

Parabéns!

Nogueira
São Paulo SP

Anônimo disse...

Este rádio ficou bonito pra caramba, parabéns!

Edmundo Estação Ventania
Porto Velho RO

Anônimo disse...

ETA RÁDIO BONITO!

MAURICIO
SETE LAGOAS MG

Anônimo disse...

Eu tenho um rádio deste original com o mike/ptt também original, tudo funcionando. Este rádio todos que eu vi tem o painel com marca de oxidação. O seu ficou bonito, parabéns. J.Elias
radiovalvulado@yahoo.com.br

Cacau disse...

Olá,
Estou procurando por um rádio desse. Foi meu primeiro PX quando come,ei a modular com 11 anos de idade.
Por favor, se souberem de alguel se defazendo de um, me indiquem?
Aqui em Teresópolis (RJ) opero com um Ranger rci-2995dx.
73 á todos.
Cacau.
PX1W7888.
www.qrz11.com

Anônimo disse...

2995DX é só 10 metros.

Anônimo disse...

Meu caro, a exatos 30 anos eu operava com este equipamento, fiz excelentes contatos e diversos e marcantes DX pela europa, usa,japão e depois de possuir este rádio a 2 anos estava na casa de um px amigo dando uma corujada quando meu irmão chegou cedo do trabalho e começou a modular. Estranhando a clareza e a qualidade da modulação brequei perguntando onde ele estava, e para minha surpresa a resposta foi: "- você esta maluco já estou em casa". Fiquei surpreso e feliz ao mesmo tempo com tamanha qualidade do áudio do ICB-2500. Infelizmente tive que me desfazer do Sony mas ele deixou saudades. Parabéns pela restauração ficou bonito. clebersoares@uol.com.br (PU1-UAR)

André Luiz disse...

Obrigado amigo, deu trabalho, mas valeu a pena.

sergio henrique nogari disse...

olá, tenho um desse parado , s´recebia em ssb, faz tempo que não ligo ele, abraço

Peter disse...

Andre cara ficou um maximo o radio os botoes ficaram identicos pois tenho um radio desses que panhei para dar a um tio caminhoneiro de presente

André Luiz disse...

Valeu amigão!

Soratto disse...

Esse foi primeiro radio.Naquela época não sabia como mexer nele, PLL, ficou original.Se soubesse que o chaveamento dele dava pra fazer uma barbaridade de canais, teria ficado com ele.abraços a todos.

Ricardo Manoel disse...

ANDRÉ, ALÉM DO BELO TRABALHO DE RESTAURAÇÃO, É UMA LINDA HISTÓRIA DE AMOR ENTRE O HOMEM E O RÁDIO PX. PARABÉNS POR RESSUSCITAR ESSE MARAVILHOSO EQUIPAMENTO !

Fabio Galli disse...

Que belo trabalho Alemão, acabei de ler, ficou maravilhoso parabéns!!!!

Jefferson Menezes disse...

Boa noite! Tenho um em pleno funcionamento, mas necessita de uma reforma estética! Tem alguma sugestão???

Sem instrumentos, não adianta!

Sem instrumentos, não adianta!
clique na imagem

Postagem em destaque

Consertando e ajustando pastilhas de wattímetro Bird

"Para aqueles que acham que este instrumento é incorruptível", é bom saber que os wattímetros Bird usam elementos removíveis, cha...

→ TVi ↓

TVi é um dos problemas mais sérios que o radio-operador pode sofrer. Pensando nisso, aqui vai algumas dicas seguras sobre como evitar este problema.

1º Cabo: Tem gente que acha que é só soldar o fio no conector e está tudo certo. Ledo engano!

Antes de soldar o conector, certifique-se que a malha esteja totalmente prateada, brilhando. Caso não esteja, substitua o cabo, ele está oxidado. "É a ação do tempo".

2º Conector: Verifique a qualidade do conector no ato da compra, e caso seu conector esteja a anos sendo utilizado (ou guardado), passe uma lixa fina por dentro no local onde encaixa a malha. Não deve haver nenhum tipo de sujeira ou sinal de oxidação.

3º Conector fêmea do rádio: Utilize uma chave de estria tamanho 19 e aperte a porca. Mal contato é um problema sério. Verifique a solda interna após o reaperto.

4º Não utilize antena tipo 5/8 caseira entre prédios e condomínios que estejam em locais mais altos que sua estação à distâncias menores de 10 metros. Lembre-se que a antena 5/8 irradia em ângulo reto, e a antena de tv do vizinho pode ser aquele famoso "bombrill".

Escolha sempre antena 5/8 industrial. Se for caseira utilize 1/4 de onda, pois seu lóbulo de irradiação aponta a ionosfera, ao invés do horizonte, como no caso da 5/8.

5º Não abra o ALC do equipamento. O ALC libera espúrios. Ao abrir potência do equipamento mantenha a proteção ALC. Da mesma forma que fazemos em nosso laboratório. Isso é imprescindível. Abrir ou aumentar potência não tem nada a ver com liberar ALC. Isso é para incompetentes e palitadores. Se abrir a potência do equipamento lembre-se de deixar o ALC atuando.

6º Estacionária: Nunca se esqueça que estacionária baixa não tem nada a ver com ressonância. A antena pode estar com roe ótima em determinado local, mas ressonar lá na casa do...

7º Identificar o "plano terra": Plano terra não tem nada a ver com antena plano terra. Você deve saber onde é o plano terra de sua estação, e o mesmo não tem nada a ver com o solo. Descobrindo o plano terra, a partir dele você saberá qual é a altura ideal para sua antena. Respeitando esta regra, além do rendimento otimizado de sua Estação, jamais correrá riscos de TVi. Dúvidas?

Consulte-nos.

→ Power RF Aprenda ↓

Como saber a potência correta sem ser enganado?

Primeiro, pesquise sobre o DATASHEET do transistor do seu rádio, leia a respeito, verifique a potência máxima levando em consideração a voltagem do transistor. A base de cálculo é a fonte de alimentação, então o parâmetro é 13,8 volts.

Se apresenta 8A de consumo em amperímetro digital "com congelamento de pico máximo", basta multiplicar 13,8v por 8A e o resultado dividir por 2.66, eis a potência correta, que são 41,5 watts de envelope - PEP. Em miúdos, no assovio tem que dar 41,5 watts, e na modulação 60% por conta do péssimo modulador original, então restam quase 25 watts de modulação real. Viu porque não adianta palitar? Girar ou abrir posição de trimpot apenas gera mais calor, e calor é igual a perda. Quanto mais se aquece o transistor, mais fecha a entrada de gate quando aquecido, e por isso você precisa alterar alguns componentes na saída, porque eles impedem o rendimento da potência final (isso só serve para rádios PX).

Um rádio na atualidade - 2015 - original apresenta 20w PEP SSB em média, então você tem 13,8v X 4A de consumo, que é = 55.2w Dividido por 2.66 = 20,75w efetivos. Ou seja, fonte de 5A para esse rádio original toca com folga.

Rádios com upgrade apresentam consumo entre 12A e 16A "em média" para mais, então você tem 13,8v X 12A = 165,6W em calor (em perda) divididos por 2,66 = +- 60w que representa o % aproveitável, e em média máxima "para 13,8v". Com voltagens DC to DC na alimentação, essa potência pode ultrapassar os 100 watts aproveitáveis, mas não há área de dissipação, então não recomendo. A bem da verdade, eu literalmente pago para ver alguém conseguir reproduzir o sistema que patenteamos, DC to DC.

Se utilizar bateria de 12v, o consumo em amperagem é maior. Quanto maior a voltagem, menor consumo em amperagem, quanto menor voltagem, maior consumo em amperagem.

By: Lei de Ohm.

Medições fora deste parâmetro são equivocadas.

Fale comigo

→ Dica de Segurança

A vantagem do Rádio na estrada, além da possibilidade de fazer grandes amigos, é saber o que está acontecendo lá na frente. Um possível deslizamento, bloqueio de pista, uma possível blitz falsa, assaltos, áreas perigosas, carros suspeitos e acidentes. Na verdade, o operador da Faixa do Cidadão precisa de muita malícia, porque em todo lugar haverá maldade e oportunismo. Já houve caso de amigo que quase foi morto em emboscada armada através de convites feitos na própria faixa. Pessoas que se passaram por radio-operadsores o chamaram para tomar um café e o mesmo foi, sem maldade nenhuma, mas estavam na verdade de olho em sua carga de remédios, relata João, Estação Cachorro Louco (Juiz de Fora MG). Portanto amigos, é possível sim fazer do rádio um ambiente saudável e seguro, basta denunciar quaisquer irregularidades e ficar atentos a desvios de conduta. Aproveite e faça sua parte, seja cordeal, e não se misture com radio-operadores que desrespeitam a faixa utilizado linguajar de baixo calão. Em caso de problemas, procure um posto da Polícia Rodoviária Estadual/Federal.

Oferecimento:

PXJF YOUTUBEadio.com.br

→ WATTÍMETRO BIRD - SAIBA TUDO


AUTO/ INFRAÇÃO /MULTA /IMPEDIMENTO/ LICENCIAMENTO EM MINAS GERAIS