Membros Participantes

segunda-feira, outubro 03, 2016

0

Pedro Trucão

Se não fosse jornalista e publicitário, Pedro Trucão seria caminhoneiro. 

Apresentador do programa  Globo Estrada, que vai ao ar de segunda a sexta, às 5h e às 15h e também aos sábado, às 5h da manhã.
"Havia uma estrada perto de sua casa e a diversão do garoto era assistir ao desfile desses veículos pesados com sua gente boa a bordo. Nascido em Osasco (SP), numa família de imigrantes da Ilha da Madeira, ele tinha uns seis ou sete anos quando viu os primeiros – antes só passava boiada, mas melhoraram a estrada – e um deles quebrou. Foi espiar e deixaram o moleque subir na cabine, mexer no volante, ver o painel, ouvir o rádio... Os novos amigos lhe contaram que o rádio era o companheirão deles. Pronto. Duas paixões para o resto da vida: o caminhão e o rádio, não importa a ordem."
(Fonte parcial: http://migre.me/v8QWx)


Pedro faz muito mais do que apresentar um programa voltado ao profissional do transporte, vai além das fronteiras do irmão caminhoneiro, ele é um sujeito que coloca em voga os problemas do cotidiano da estrada justamente porque problematiza, discute soluções de segurança, posturas a serem tomadas, adequadas, ao passo que recrimina e pega pesado sobre o que o irmão da estrada não deve fazer. Ou seja, tem consigo o traço educador, claro, regado pela boa música que o caminhoneiro gosta,  e falando sempre a linguagem do povo. 

Está na hora do café?    Confesso que deu aquela vontade de fazer um café...
Pausa...


Pedro está além das ondas do rádio, ele representa uma classe que não tem noção do quanto o transporte transcende à própria atividade. 
Falando a linguagem do senso comum, é como se você adestrasse um Leão, ou um Boi... esses gigantes no tamanho e força não sabem o poder que tem. Poderia falar sobre muito mais, como a exemplo a importância do transporte para o desenvolvimento do país e a necessidade de criar uma noção de poderio (poder) dessa classe, para que possam realmente arregimentar, engajar o respeito da coletividade com a finalidade de impôr determinadas regras à nossos governantes. Já imaginou se todo o setor de transportes se organizar contra a cobrança abusiva do pedágio aliado ao IPVA?
Esse tipo de pensamento poderia ser incutido pouco a pouco no cotidiano dos estradeiros...


Grande Pedro Trucão, um abraço forte, e que tenha saúde para continuar nos prestigiando com sua nobre programação. A todos os patrocinadores, um salve!
Sucesso!

((•)) Ouça este post

Nenhum comentário:

Cadastre seu e-mail para receber novidades

Sem instrumentos, não adianta!

Sem instrumentos, não adianta!
clique na imagem

Postagem em destaque

Consertando e ajustando pastilhas de wattímetro Bird

"Para aqueles que acham que este instrumento é incorruptível", é bom saber que os wattímetros Bird usam elementos removíveis, cha...

→ TVi ↓

TVi é um dos problemas mais sérios que o radio-operador pode sofrer. Pensando nisso, aqui vai algumas dicas seguras sobre como evitar este problema.

1º Cabo: Tem gente que acha que é só soldar o fio no conector e está tudo certo. Ledo engano!

Antes de soldar o conector, certifique-se que a malha esteja totalmente prateada, brilhando. Caso não esteja, substitua o cabo, ele está oxidado. "É normal a ação do tempo".

2º Conector: Verifique a qualidade do conector no ato da compra, e caso o conector esteja a anos sendo utilizado (ou guardado), passe uma lixa fina por dentro no local onde encaixa a malha. Não deve haver nenhum tipo de sujeira ou sinal de oxidação.

3º Conector fêmea do rádio: Utilize uma chave de estria tamanho 19 e aperte a porca. Mal contato é um problema sério. Verifique a solda interna após o reaperto.

4º Não utilize antena tipo 5/8 caseira entre prédios e condomínios que estejam em locais mais altos que sua estação à distâncias menores de 10 metros. Lembre-se que a antena 5/8 irradia em ângulo reto, e a antena de tv do vizinho pode ser aquele famoso "bombrill".

Escolha sempre antena 5/8 industrial. Se for caseira utilize 1/4 de onda, pois seu lóbulo de irradiação aponta a ionosfera, ao invés do horizonte, como no caso da 5/8.

5º Não abra o ALC do equipamento - limitadores de áudio. O ALC libera espúrios. Ao abrir potência do equipamento, mantenha intacto o ALC, ou solicite que seja feito por um técnico que tenha posse de instrumentação, como analisador de espectro, e "que saiba usar". Da mesma forma que fazemos em nosso laboratório. Isso é imprescindível! Abrir ou aumentar potência não tem nada a ver com liberar ALC. Isso é para incompetentes e palitadores. Se abrir a potência do equipamento, lembre-se de deixar o ALC atuando.

6º Estacionária: Nunca se esqueça que estacionária baixa não tem nada a ver com ressonância. A antena pode estar com roe ótima em determinado local, mas não estar ressonando corretamente. Desta forma, não adianta ter rádio potente se o restante da Estação está aquém.

7º Identificar o "plano terra": Plano terra não tem nada a ver com antena plano terra. Você deve saber onde é o plano terra de sua Estação, e o mesmo não tem nada a ver com o solo. Descobrindo o plano terra, a partir dele você saberá qual é a altura ideal para sua antena. Respeitando esta regra, além do rendimento otimizado de sua Estação, jamais correrá riscos de TVi. Dúvidas?

Consulte-nos.

→ Dica de Segurança

A vantagem do Rádio na estrada, além da possibilidade de fazer grandes amigos, é saber o que está acontecendo lá na frente. Um possível deslizamento, bloqueio de pista, uma possível blitz falsa, assaltos, áreas perigosas, carros suspeitos e acidentes. Na verdade, o operador da Faixa do Cidadão precisa de muita malícia, porque em todo lugar haverá maldade e oportunismo. Já houve caso de amigo que quase foi morto em emboscada armada através de convites feitos na própria faixa. Pessoas que se passaram por radio-operadores o chamaram para tomar um café e o conhecer, e o mesmo foi, sem maldade nenhuma, mas estavam na verdade de olho em sua carga de remédios, relata João, Estação Cachorro Louco (Juiz de Fora MG). Portanto amigos, é possível sim fazer do rádio um ambiente saudável e seguro, basta denunciar quaisquer irregularidades e ficar atentos a desvios de conduta. Aproveite e faça sua parte, seja cordial, e JAMAIS se misture com radio-operadores que desrespeitam a faixa utilizado linguajar de baixo calão. Em caso de problemas, procure um posto da Polícia Rodoviária Estadual/Federal e denuncie.

Compartilhe!

→ WATTÍMETRO BIRD - SAIBA TUDO